Líder brasileira em
exportação de pulses
Cidadão do mundo: como o milho chegou à mesa global

Cidadão do mundo: como o milho chegou à mesa global

Reverenciado nas artes e na religião, o milho passou na mesa dos Maias, Astecas e Incas, até chegar às mãos de camponeses na Europa. A história deste grão é longa e seu consumo foi a base de muitas sociedades do passado que possibilitaram a fundação das atuais, tornando-se símbolo de tradição nas Américas.

Os registros mais antigos de cultivo do cereal foram encontrados próximos ao litoral do México, há cerca de 7.300 anos. No Peru, esses registros são de cerca de 4.000 anos.

A partir da sua domesticação, ele se espalhou de forma rápida pelo México, do Sudoeste para o Sudeste, e daí para as regiões tropicais da América, como a América do Sul e o Panamá. Mas foi com a exploração europeia que o milho foi disseminado pelo mundo!

O milho e o mundo

Com as grandes navegações e a descoberta das Américas, entre o século XV e XVII, os exploradores, de maioria europeia, como portugueses, ingleses e espanhóis, foram introduzidos ao grão pelos nativos da região, que ensinaram aos europeus o cultivo e os segredos do milho.

O armazenamento era feito de forma muito mais fácil do que o da carne, uma vez que seco, poderia durar por meses. Os nativos norte-americanos armazenavam os grãos em potes depois de seco. O milho era – e ainda é – extremamente nutritivo e de fácil cultivo.

Quando chegou à Inglaterra e à Espanha, o milho foi o alimento consumido por plebeus, escravos e animais. Seu consumo era basicamente em forma da farinha de milho, usada para engrossar caldos e em outras receitas. As classes mais altas e a realeza, tinham certo preconceito com o cereal, justamente por servir de alimento aos animais.

No Brasil, o milho também era uma das bases da alimentação, porém os nativos não cultuavam o grão como faziam seus vizinhos. Ele era uma cultura secundária, perdendo para a mandioca.

Quando os portugueses chegaram à terra brasileira, logo se apossaram do milho para consumo próprio e para a alimentação dos animais, de forma muito mais rápida e sem preconceitos do que os espanhóis.

Uma vez fixado na Europa o milho se espalhou, definitivamente, para o resto do mundo, Aderido ao dia a dia de várias culturas e civilizações diferentes que abraçaram o alimento como deles, o milho tornou-se, sem sombra de dúvidas, um cidadão mundial.

Hoje, mais de 500 anos depois da exploração europeia nas Américas, o milho é o quinto alimento mais popular do mundo, segundo dados da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), de 2001 – a última disponível até agora –.

O cereal, que contém quase todos os aminoácidos essenciais, rico em carboidratos e fibras e fonte de energia, foi a base da cultura do passado, marca o presente e, provavelmente, ajudará a desenvolver o futuro.

Coperaguas

Reconhecida como uma das maiores cooperativas do estado de Santa Catarina, a Coperaguas, desde seu surgimento, está instalada na cidade de Águas Frias (SC). Seus produtos e serviços são constantemente avaliados e melhorados para que sejam mantidos os mais rigorosos padrões de qualidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *