Líder brasileira em
exportação de pulses
Boas práticas que o produtor deve ter na lavoura do feijão

Boas práticas que o produtor deve ter na lavoura do feijão

O feijão é um grão que sempre está presente, principalmente, na mesa dos brasileiros. Para que ele chegue até a casa das pessoas, é necessário empregar uma série de ações durante o plantio e armazenamento para que esse alimento se desenvolva e possa agregar a rotina de tantas famílias.     

No post de hoje, vamos abordar boas práticas que o produtor deve ter na lavoura de feijão. Confira! 

O preparo do solo para o plantio do feijão

É muito importante que o solo fique arado para garantir a germinação das sementes de feijão, assim, o sistema radicular da planta vai se desenvolver sem falhas. 

No início do cultivo é fundamental que plantas daninhas sejam retiradas para não comprometer os nutrientes do solo e logo, afetar o seu crescimento. Outra questão importante é utilizar a mesma profundidade e trabalhar o solo com um teor de umidade ideal, isso ajuda na produtividade

A variedade de sementes

Para decidir qual semente de feijão usar, o produtor deve levar em consideração o lugar em que será feito o plantio e escolher uma variedade que se adapte para a região que será plantada. A Embrapa pode ser consultada para saber qual será a mais indicada para a sua lavoura.  

O clima ideal para a lavoura de feijão

A temperatura durante todo o ciclo de cultivo da planta pode variar entre 15ºC e 30ºC, porém o ideal é que seja entre 18ºC e 25ºC, o feijão não é favorável para geadas e baixas temperaturas. 

Luminosidade

A lavoura de feijão necessita de alta luminosidade, ou seja, luz solar direta. Porém, níveis muito intensos de radiação solar são prejudiciais, por isso, é relevante escolher uma área em que a luz solar não esteja presente durante todo o dia.

Controle de pragas e doenças

As pragas mais frequentes que atacam a lavoura de feijão são: 

  • Cigarrinhas;
  • Mosca branca;
  • Ácaros;
  • Pulgões;
  • Lagartas;
  • Tripses.  

Os fatores que levam para a disseminação dessas pragas são o vento, temperatura, umidade, ervas daninhas, insetos, entre outros. 

A prevenção para que essas pragas não danifiquem a lavoura são o descarte de sementes com manchas ou suspeita de qualquer elemento que possa ser produtor das doenças, e rotação de culturas.

Oídio ou Cinza no feijão-caupi. Imagem: Embrapa.

Oídio ou Cinza no feijão-caupi. Imagem: Embrapa.

A colheita 

A colheita do feijão é geralmente feita de 80 a 100 dias após a germinação. Em plantações pequenas, as vagens secas podem ser colhidas manualmente, já em grandes lavouras a colheita é realizada quando aproximadamente 90% das vagens estão secas, por meio do uso de máquinas colheitadeiras. 

Armazenamento dos grãos

Depois de cuidar e monitorar todo o cultivo, chega a parte de armazenamento do grão. O principal ponto é impedir a entrada de ar. Tendo esse cuidado é possível evitar que o gorgulho (besouro de cereais e farinhas) se desenvolva. 

Como essas boas práticas para a lavoura do feijão, o produtor garante mais qualidade e produtividade para sua plantação! 

Aproveite para nos seguir no Instagram e Facebook, para continuar acompanhando nossos conteúdos. 

CTA-01

Coperaguas

Reconhecida como uma das maiores cooperativas do estado de Santa Catarina, a Coperaguas, desde seu surgimento, está instalada na cidade de Águas Frias (SC). Seus produtos e serviços são constantemente avaliados e melhorados para que sejam mantidos os mais rigorosos padrões de qualidade.